sexta-feira, 14 de abril de 2017

Homenagem a Maria José de Queiroz na Academia Mineira de Letras, 18 de abril de 2017

A Academia Mineira de Letras realiza na terça-feira, dia 18, às 19h30, sessão em homenagem à acadêmica Maria José de Queiroz, ocupante da cadeira de numero quarenta. Vivendo atualmente em Paris, como professora da Sorbonne, ela virá a Belo Horizonte especialmente para a solenidade. O evento faz parte do programa Universidade Livre, realizado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, com patrocínio do Instituto Unimed-BH, por meio do incentivo fiscal de mais 4,5 mil médicos cooperados e colaboradores. A AML integra o Circuito Liberdade.
Maria José de Queiroz nasceu em Belo Horizonte, em 1934. É doutora em Letras Neolatinas pela Universidade Federal de Minas Gerais e autora das obras “Joaquina, filha de Tiradentes” (recentemente adaptada para a televisão), “Como me contaram”, “Ano novo, vida nova”, “Homem de sete partidas”, entre outros romances e obras poéticas.
Aos 26 anos, se tornou a mais jovem catedrática do país e, por concurso, substituiu o professor Eduardo Frieiro na UFMG. Em 1953, começou a colaborar em jornais em Minas Gerais e hoje escreve para importantes periódicos, inclusive o francês Le Monde. Possui uma longa carreira como professora convidada em importantes universidades americanas e europeias: Indiana, Harvard, Berkeley, Sorbonne, Lille, Bordeaux, Ainx-en-Provence, Bonn, e Colônia.
No evento, Maria José de Queiroz será saudada pela presidente da Academia Mineira de Letras, acadêmica Elizabeth Rennó, pelo secretário de Estado da Cultura, acadêmico Ângelo Oswaldo de Araujo Santos, e apresentada por uma das mais importantes estudiosas de sua obra, a professora Lyslei Nascimento.
Lyslei Nascimento é professora de literatura na Faculdade de Letras da UFMG. É mestre em Literatura Brasileira, doutora em Literatura Comparada pela Universidade Federal de Minas Gerais e pós-doutora pela Universidade de Buenos Aires e pela Universidade de São Paulo. Atualmente é subcoordenadora do Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários e Coordenadora do Núcleo de Estudos Judaicos da UFMG. Pesquisadora do CNPq e da Fapemig, publicou, entre outros títulos, Borges e outros rabinos, 2009, pela Editora da UFMG.
Em dissertação apresentada ao curso de Pós-graduação em Letras e intitulada “Exercício de fiandeira: Joaquina, filha de Tiradentes, de Maria José de Queiroz”, Lyslei  faz uma análise do mencionado romance de Maria José, que abrange os fatos históricos do século XVIII e a construção da vida ficcional da filha do herói da Inconfidência.
Ainda na sessão, será exibido trecho de documentário sobre Maria José de Queiroz.


SERVIÇO:
Sessão em homenagem à acadêmica Maria José de Queiroz
Data: 18 de abril
Horário: 19h30.
Local: Academia Mineira de Letras (Rua da Bahia, 1466 – Lourdes – BH/MG).
Entrada gratuita.
academiamineiradeletras.org.br

2 comentários:

  1. Queria Maria José queria ter tido um pouco mais de tempo. Falado sobre muitas coisas com a Senhora. Ah para vc se lembrar vôo de MG para o Rio no Domingo. Não consegui achar o seu e-mail pela internet. Um grande beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Adriani, recebeu a msg com o e-mail de Maria José? Em caso de dúvida, me escreva (lysnascimento@yahoo.com.br). Um abraço, Lyslei.

      Excluir

Deixe aqui o seu comentário: